Conheça um de nossos projetos

Universidades e profissionais envolvidos

       

  Este projeto conta com a participação de três Universidades: UCSAL, Harvard e Universidade Federal de Santa Catarina. No total, 3 professores, 5 técnicos de pesquisa e 20 discentes formam  parte da equipe que o implementa nas cidades de Salvador, Boston e Florianópolis.

O que o projeto oferece

  • Formação continuada em neurodesenvolvimento para professores da rede municipal de ensino.

  • Intervenção neuropsicológica realizada através de jogos no contexto escolar para favorecer o desenvolvimento de habilidades socioemocionais e matemáticas. 

Autism%20Therapy_edited.jpg

"Intervenção no Brasil para estimular habilidades sociais e matemáticas de crianças em situação de vulnerabilidade social"

Histórico

    O projeto nasceu em 2018, a partir de diálogos entre professores do departamento de Psicologia da Universidade Católica do Salvador - Profª. Dra. Nara Andrade e Profª. Dra. Chrissie Carvalho - e a Profa. Dra. Elizabeth Spelke da Universidade de Harvard. Elizabeth Spelke é uma proeminente psicóloga no campo da Psicologia do Desenvolvimento, criadora da teoria do Core Knowledge.

         A proposta surgiu como desdobramento dos projetos em neurodesenvolvimento realizados pelo Laboratório Interdisciplinar de Neurodesenvolvimento Humano (LINHA) e de projetos realizados por Spelke e Esther Dulfo, para a redução dos impactos da pobreza sobre o desenvolvimento de crianças em situação de vulnerabilidade social. Após elaborada, a proposta foi submetida à Fundação Lemman, que acolheu o projeto com entusiasmo.

Stacking Blocks
Bebês na sala de jogos

       

      O projeto contou com o intercâmbio de pesquisadores e discentes da Universidade Católica e Universidade de Harvard. Em maio de 2019, foi realizado o I Seminário Regional NEUROCIÊNCIAS E EDUCAÇÃO: TECENDO REDES PELA PRIMEIRA INFÂNCIA, que teve por objetivo promover um espaço propositivo de debate acerca das interfaces entre neurociências e educação e seus impactos para as políticas públicas na primeira infância. Participaram do evento, mais de 250 pessoas, entre professores da rede municipal de ensino, discentes e pesquisadores do campo.

     Tratou-se de uma colaboração ativa entre universidades e a Secretaria Municipal de Educação, sob a perspectiva de uma universidade extramuros, que compreende a sua participação na construção de uma sociedade democrática de direitos. Nas escolas, a implantação do projeto teve início no ano de 2019 e está em andamento.

Implementação